Perdão

Verso do Grande Mestre Nissen Shounin nº 1461
18/11/2020

Perdão significa remissão de pena, ou seja, aceitar a desculpa de alguém por alguma falha cometida, voluntária ou involuntariamente.

Nós fiéis do budismo primordial aprendemos através dos ensinamentos que todos nós somos seres imperfeitos e por isso estamos aqui nesta terra de sofrimento (Era Mappou) para eliminar os nossos carmas negativos e por fim atingir o estado de Buda (iluminação).

Se não somos iluminados e estamos vivenciado mais esta vida é porque somos imperfeitos.

Desta forma significa que erramos no passado, erraremos no presente e talvez erraremos no futuro. Diante deste fato temos que ter a plena consciência de que errar é humano.

Mas se errar é humano, perdoar faz parte da vida de um budista primordial. Como foi dito anteriormente, somos todos seres imperfeitos e precisamos entender que um dia também já erramos e ainda vamos errar. O entendimento do perdão é algo concreto e que deve ser praticado por todos nós.

A compaixão deve habitar sempre o nosso coração, pois desistir de alguém é muito fácil, mas salvar alguém é algo mais difícil do que imaginamos. Isso ocorre porque não buscamos entender a personalidade das pessoas com que convivemos, e somente temos olhos para o que nos convém ou vai nos trazer algum benefício para nós.

Nos cultos do budismo primordial temos dois momentos em que realizamos a “Oração de Penitência”: uma é realizada no inicio do culto e outra e realizada no final. Fazemos isso no início dos cultos para nos penitenciarmos dos erros que cometemos até aquele momento, e no final para nos penitenciarmos por algum devaneio durante o culto.

Isso não quer dizer que podemos errar à vontade e, depois que realizarmos esta “Oração de Penitência” tudo será zerado, não é assim que funciona. Infelizmente algumas pessoas pensam desta forma. Se errarmos temos que reconhecer o nosso erro e, a partir deste momento, prometer não cometer o mesmo erro, policiar-se nas falas, atitudes e pensamentos. Isso será determinante para se cumprir a promessa feita.

Aquele que devota e pronuncia o Darma Sagrado tem mais vantagens pela virtude acumulada de errar menos, pois eliminando os nossos carmas negativos que acumulamos desde vidas passadas e ter a condição de limpar os nossos corações destas coisas negativas será o diferencial para uma vida mais justa e compassiva.

Portanto vamos ajudar as pessoas que comentem erros através do perdão, não importando o nível do erro cometido, pois todos nós precisamos conviver em total harmonia já que vivemos em uma Era diferenciada, uma Era de decadência espiritual muito forte. Sabemos que é difícil perdoar alguém, mas lembre-se que um dia também cometemos erros e que não estamos livres de errar novamente.